Coach do Coach

Os melhores profissionais e as melhores equipas têm um denominador comum: serem peritos nas competências intra e inter que perfazem as relações interpessoais entre todos os objectivos, as ferramentas e os meios. (Rui Lança)

domingo, 28 de fevereiro de 2010

O que falta?

Escrevo poucos minutos após um atípico Sporting - Porto com 3 a 0! Nem percebo bem o que estive a ver, Sporting esteve quase perfeito, teve mais sorte que as pessoas do euromilhões. Não há momentos para marcar golos...mas podiamos destacar 4. O Sporting hoje marcou em 3! O líder serve para tudo, hoje mereceu e merece levar os meus parabéns. Carlos Carvalhal de seu nome.

Benfica e Braga parecem lançados para um corrida final, não é ainda o sprint final, mas já se vê aí uma corrida de meio-fundo. Porto a 9 pontos começa a ter de esperar desesperadamente que o Benfica ou o Braga consigam perder 1 ponto por jornada. Claro que há ainda um Benfica-Braga em que algum terá de perder pontos. Há ainda um Porto-Benfica, mas presumo que sendo na penúltima jornada, poderá decidir mais se o título fica no norte ou sul, mas penso que a cor será vermelha.

O Benfica tem um calendário bem pior que o Braga. O Benfica recebe o Sporting, Braga, Paços e Rio Ave e desloca-se ao Dragão, Coimbra, Nacional e Naval. O Braga recebe o Rio Ave, Leixões, Paços, Guimarães e vai à Luz, Setúbal, Leiria, Nacional e Naval.


Tive dó de Jesualdo a falar hoje depois do jogo para a SportTv. Meus deus!

Seria impossível algo assim nas nossas bandas



O que mais me impressiona não é a perna ou a tíbia ou o perónio partifo, ali pendurado. Há muitos que vamos vendo isso infelizmente, quer seja em Inglaterra quer seja noutro país qualquer. É o jogador do Stoke arrependido, a chorar e não - caso fosse em Portugal - a indagar a hipótese da culpa ter sido do jogador do Arsenal ou a discutir o cartão vermelho.

É no Futebol, mas podia ser noutro desporto qualquer. Fica a imagem do jogador do Stoke a chorar. Mais tarde foi convocado por Capello para a selecção Inglesa para a reconciliação. Há dias que vale a pena ver e ver e ver estas atitudes e comportamentos, quer pela positiva quer pela negativa.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Selecção Nacional - Alguém me explica...

esta convocatória? Dos dois primeiros classificados, um convocado? Hum...

Não há espaço para Quim? Não será Quim melhor que Eduardo? Dir-me-ão que não. E melhor que o suplente do Chelsea que vai jogando apenas quando o Cech se lesiona?

E o Miguel Veloso faz a melhor época e não é convocado, e vem um Duda? E Fábio Coentrão ou Peixoto para a esquerda? Presumo que Deco esteja a descansar e ainda faltará Pepe e Bosinwga.

Atlético de Madrid: Simão Sabrosa e Tiago
Chelsea FC: Hilário, Paulo Ferreira e Ricardo Carvalho
Málaga CF: Duda
Manchester United FC: Nani
FC Porto: Bruno Alves, Raul Meireles, Rolando e Varela
Real Madrid: Cristiano Ronaldo
Sporting: Liedson e Pedro Mendes
SC Braga: Eduardo
Valência: Miguel
Werder Bremen: Hugo Almeida.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Mais um 80!

Sporting goleia Everton! Mas em Futebol? Sim sim! Mas Futebol de 11, não é Futsal? Sim.

Bem, 3-0, mereceram passar, Everton chega a Alvalade a pensar que era tão fácil passar como a facilidade com que a cerveja descia nas gargantas ali para os lados do Rossio. Ainda bem, direi eu.

Domingo há mais, espero eu!

Mas logo veio o Carvalhal estragar tudo, aiai!

Mas a notícia verdinha verdinha é a contratação de Costinha. Não consigo para já avaliar a pertinência da mesma, se irá trazer qualidade e muita ou pouca. Mas fique contente pelo simples facto de ele vir nivelar por cima o cargo, isso tenho a certeza.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Alguém ainda duvida...


que a comunicação é uma das melhoras ferramentas dos treinadores? Os que não querem ver, os que não querem escutar e os que não querem comunicar...ficam de fora, mais tarde ou mais cedo.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Porque às vezes mais vale estar calado


Jorge Jesus: «Benfica está cansado de ganhar muitas vezes»

Leva-me o bom senso a dizer que nestas alturas...o melhor é estar caladinho, deixar que os cães ladrem e a caravana passar.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

E agora?

E agora? Pergunto eu!

Haviam 3 resultados possíveis e saiu...um 4.º! O que é isso de um 4.º? Uma vitória por uma diferença que não era esperada tanto para um lado quer para o outro.

Saber se o Porto foi mesmo 80 e/ou saber se este Braga foi mesmo um 8 daqueles pequenos. Domingos tem alguma razão nos comentários que fez, Porto, para além de merecer, faz 3 golos nos primeiros 4 ou 5 vezes que chega à área do Braga. Depois, tudo a correr bem, foi apenas gerir e ir marcando, até o suplente de luxo marcou. De resto, ainda bem que o jogo decorreu desta forma, ver o que o Salvador irá dizer. Pena mesmo apenas aquela entrada do Rafael Bastos que merecia muito mais que um amarelo. No Porto destaco um inteligente Ruben Micael, regresso de Meireles e outro 'regresso' de Fernando. O melhor...Álvaro Pereira.

E agora? Benfica, Braga -1 e Porto com -6 do Benfica e -5 do Braga, embora com vantagem no confronto directo.

Acredito que este foi o pior resultado para o Benfica. O empate era o melhor e a vitória do Braga deixava já o Porto fora de combate e depois era apenas uma corrida a 2. Neste momento, a corrida ainda é a 3, esperar para ver os efeitos colaterais desta derrota nos arsenalistas.

Futuro! Futurologia. Considero a próxima jornada extremamente fulcral para os 3.

Benfica vai a Matosinhos, onde o Porto não passou. Se apanhar um campo cheio de água e com muita chuva, pode rezar para trazer já 1 pontinho. Porto vai a onde o Benfica apenas conseguiu 1 ponto numa altura que o Sporting ainda tinha saúde mental. Será Alvalade um passeio para o Porto? Terá Carvalhal ainda algo a dizer pela luta de algo? Será que o Braga vencerá o Olhanense, sendo que depois vai a Setúbal, onde este luta para não descer?

Bem, para já sabemos que o Braga vem à Luz no final de Março e o Benfica vai ao Dragão no final de Abril. Pelo meio veremos se o Benfica passa o Hertha e depois como vai aguentar os ritmos franceses e como será que o Porto aguentará a pressão londrina e (penso eu) a frustração de não passar o Arsenal. O Benfica e Porto terão ainda um primeiro ensaio em Março do seu confronto e o Porto passará facilmente o Rio Ave até à final da Taça de Portugal.

Que dirá Jorge Jesus de tudo isto? Valerá a pena passar o Hertha para encher o calendário benfiquista com jogos 'secundários', como ele próprio afirmou?

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Certezas legítimas e não legais.

Não tenho muitas certezas sobre o caso do túnel da Luz...e também o de Braga.

Ou seja, por estranho que possa parecer, não tendo formação na área jurídica e mais especificamente na área da jurisprudência desportiva, apenas considero que os actos que vi ou li são legítimos ou não. Mas legais ou não, como poderei opinar? Só se for opinar por opinar.

. Não sei se Hulk, Sapunaru, Vandinho, Mossoró ou Cardozo podem ser expulsos, excluídos, etc.
. Se podem apanhar 4 ou 6 meses por baterem em agentes que directamente não estão 'em jogo'
. Se um clube deve ser apenas 'punido' em 1.500 € por os 'seus' stewards provocarem os reais agentes desportivos, atletas e treinadores
. Se responder a provocações pode ser considerado uma atenuante
. Se como afirma a FCP, desejar um 'bom natal' mesmo de forma irónica ou provocatória pode ser considerada razão para agredir

Como digo, tenho uma opinião sobre a legitimidade dos factos. E por isso, também eu tenho dúvidas se o Porto não irá ganhar ao recorrer ou então, se podem ainda ver as penas agravadas.

Mas tenho algumas certezas e elas são - considerando que o nosso país é um país acima de tudo, clubístico - as seguintes:

. Os jogadores e outros agentes do Benfica vão apanhar forte e feio quando se deslocarem ao Estádio do Dragão
. Os jogadores e agentes do Porto vão fazer de conta como não fosse nada com eles
. Uma grande fatia dos adeptos portistas e outras cores, vão achar que é justo ou então "quem vai à guerra dá e leva"
. Os do Benfica vão sentir repulsa sobre os actos e dizer isto e aquilo
. O conjunto de jornalistas que tantas páginas nos dão nos excelentes jornais que Portugal possui, vão dividir-se com inquéritos e sondagens sobre a justiça ou legitimidade da coisa
. E a grande dúvida da comunicação social vai ser, seguir estes actos ou a queda de todo o sistema político em Portugal.

Para facilitar...faço também eu já três comentários ao meu post:

"Claro que vão apanhar, é justo, deram agora levam!"
"Se eu fosse o Benfica, equipava-me no meio do campo e não ia aos balneários"
"Despachem-se com isso, que o Braga quer festejar o título"

Por último mesmo, sou daqueles que acredito que o Porto é o maior candidato ao título (escrevo 1 dia antes do Porto-Braga). Recebe os dois primeiros em casa e verá um Benfica-Braga também ele sentado a ver quem perde com quem.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Equipas com alto rendimento

«Uma equipa não é um conjunto de pessoas com vários títulos ou descritivos funcionais. É uma congregação de individualidades, na qual cada uma tem de assumir um papel que é reconhecido pelas outras.» A frase é de Raymond Meredith Belbin em «Team Roles at Work» e serve de ponto de partida para este artigo, por Mário Henriques.

Uma equipa é eficaz quando entrega resultados que estão relacionados com os seus objectivos. Numa lógica de mercado e de concorrência, tem sentido que assim seja analisado o conceito de rendimento. Sendo verdade que alguns modelos de estudo das equipas nos conduzem para identificar aquilo que condiciona o funcionamento do colectivo – como o clima, as características dos elementos, o ambiente que a rodeia ou a informação. Não é menos verdade que equipas com menos qualidade nestes factores (os quais o modelo de Hackman e Morris, de 1975, define como ‘inputs’) têm por vezes resultados acima da média (‘outcomes’).
Foi algo verificado num estudo realizado com cerca de 260 pessoas organizadas em equipas, o qual está relacionado com as características dos elementos que ultrapassam a mera competência de tarefa ou habilidade técnica, reforçando competências como por exemplo a comunicação e a liderança. A liderança surge como um factor catalisador do rendimento. No entanto, não aparece num formato tradicional centrado numa figura que tem a solução, inspira os outros e os conduz a alcançar resultados.
No estudo realizado no âmbito de um projecto do Centro de Alto Rendimento da High Play e da Agência de Inovação (AdI), a liderança orienta as pessoas da equipa quer individualmente, quer colectivamente, não centrando em si a solução. Neste sentido, nas equipas mais eficazes a liderança encontra a melhor solução dentro da equipa através de uma capacidade grande para ouvir e escutar. A mudança na equipa é outro dos elementos que foram considerados na análise da eficácia. Isto é, nas equipas com maior rendimento foi verificada rotação da pessoa que lidera quando existe necessidade de mudança. Esta é manifestada pela equipa ou proposta pelo próprio líder, expressando uma grande responsabilidade colectiva e humildade.
A comunicação surge, por via do ‘feedback’, como uma competência igualmente essencial nestas equipas de elevado rendimento – com melhores resultados. O retorno de informação conduz a rectificações e correcções constantes nos processos da equipa, ou quando utilizado pela positiva reforçando bons processos: ideias como melhorar os processos de trabalho que permitam aumentar a produtividade; sugestões para encontrar as melhores condições que favorecem os resultados; sugestões de desenvolvimento e mudança. Em exercícios com um forte envolvimento emocional, onde as cerca de 260 pessoas foram observadas num contexto de pequenas equipas (média de sete a oito pessoas), a resiliência e a expressão constante de elevados níveis de motivação aparecem como comportamentos observáveis vitais no sucesso das equipas.


Referências: P. Lencioni, «Overcoming the Five Dysfunctions of a Team, 2005, Jossey-Bass; Jon R. Katzenbach, «Peak Performance», 2000, Mckinsey & Company; R. M. Belbin, «Team Roles at Work», 2005, Elsevier; Kenneth Blanchard, «Go Team, 3 Steps to Great Results», 2005, Barret – Koehler.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Mais um 'ups'

Alguém me diz que é preciso ter força de vontade e vontade de fazer força! Julgo que este Benfica que vamos vendo, os últimos quatro (onde apenas se 'safa' o jogo em Alvalade e tendo sempre a tal condicionante da expulsão de João Pereira) vai do 8 ao 80 em poucos segundos.

Hoje, onde o jogo psicológico dos alemães ao mandar tudo para o Benfica funcionou, teve vários factores...diria, caseiros:

- Benfica fez da equipa do Hertha uma 'boa' equipa;

- O Hertha fez um bom jogo na 2.ª parte, porque não admiti-lo;

- O Benfica deu a sensação na 2.ª parte que pensava claramente trazer a decisão para a Luz, para casa;

- E vi mais uma daquelas arbitragens caseiras até dizer...quase basta, com dois penalties (o lance com Ramires é quase como o algodão), não se percebeu alguns dos cartões amarelos e nem sequer a marcação da falta (um cartãozinho alaranjado) a terminar a 1.ª parte sobre o Carlos Martins;

- Para finalizar a 'casaria', o árbitro termina o jogo quando a equipa da casa tem um canto a seu favor!

Diria que este Benfica foi dos piores 'benficas' que tenho visto esta época. Preocupante é o facto de ter dito isso em Setúbal e contra o Belenenses em casa. Está cansado, por muito que JJ diga que não. À entrada da recta quase final de todas as decisões, o Benfica parece uma equipa de estafetas, uns correm e outros esperam e vice-versa!

O Benfica deve ser também a equipa que mais auto-golos marca! De positivo destacaria - apesar do auto-golo - Javi Garcia e Di Maria a atacar.

Maus ou muito maus, César Peixoto com maus tempos de entrada e de recuperação, Ruben Amorim a sofrer pelo facto de ser um adaptado a adaptado, Menezes que nada trouxe, JJ pelas más mexidas no banco, Saviola por não conseguir jogar contra aqueles panzers, e Júlio César que continua a não me tranquilizar...pois até nos pontapés de baliza é intranquilo.

Resumindo...Benfica marca cedo, teria oportunidade de marcar o 2-0 ou 2-1 com lances que julgo serem penalties, jogou entre o quase mau e muito mau e é esperar para ver se na 3.ª feira recupera e pelo menos ganha 1-0. Dir-me-ão que são competições distintas e na Liga Portuguesa será diferente. Será mesmo?!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

É sempre bom trazer pessoas destas a Portugal

Trazer pessoas destas a Portugal garante-me que em Portugal se faz melhor arbitragem que na grande maioria do nosso planeta.


Agora de uma forma irónica, proponho que se tragam pessoas daqui para demonstrar que somos bons gestores!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Semana Europeia

Mais uma aquelas semanas de futebol europeu. Três embates e sinceramente, não auguro nada de bom.

A começar já amanhã, a minha dúvida é saber por quantos. Sim, por quantos o Sporting vai ser vergado. Um amigo meu sportinguista disse-me que depende a que minuto entrar o primeiro, até porque um conjunto de jogadores sportinguistas querem fazer do jogo uma boa montra para darem o salto. Talvez. A verdade é que este Everton nada tem a haver com aquele que o Benfica venceu duas vezes. A equipa de Londres venceu o Chelsea por 2-1 e na minha opinião, pelo ar ou pelo chão, vai ser difícil ao Sporting suportar tal ímpeto.

Porto na 4.ª feira contra um Arsenal meio desfalcado. Será uma boa oportunidade para o Porto voltar aos triunfos, embora considere que passar a eliminatória será bastante difícil. O Arsenal, apesar do momento menos bom, não é uma equipa qualquer e fará certamente um grande esforço por levar um resultado positivo, que até pode ser um empate com golos para os Emirates.

Benfica na 5.ª contra o último classificado da Liga Alemã. Podia pressupor um jogo mais facilitado, mas este Benfica, meio cansado meio fatigado, terá o jogo mais difícil contra si mesmo, que é saber até onde pode correr sem ter quebras a meio. Jorge Jesus sabe que não joga no fim-de-semana, mas já 3.ª feira na Luz vai querer correr como aquelas cavalos de corrida que apenas páram no fim.

Por último, deixo o aspecto de Jesualdo querer colocar Hulk a jogar. O Mestre José Neto dizia hoje que poderia ser uma boa solução, sempre com algumas reticências. Não tenho nem metade da sua sabedoria, mas com a ansiedade que o jogador vai jogar, pode sair dali...coisa muito má, lembrando que Hulk nunca apareceu nos jogos grandes. Será na 4.ª feira? Parece-me mais que Jesualdo quer dizer ao público em geral que com Hulk a Liga seria outra. Vamos ver...como sempre, cá estarei!

domingo, 14 de fevereiro de 2010

11...33...Campeão ou Penta?

Faltam onze jornadas. Trinta e três pontos. Será que vamos ter um campeão (ou pela primeira vez ou que já não vence há 4 anos) ou um penta?

Esta jornada futebolística serviu para algo mais do que se esperava!

Braga demonstrou ter mais dificuldades do que se poderia esperar frente a um bem organizado Marítimo e, embora sem algumas peças fundamentais, começa-se a perceber que para além de muito talento, também há a sorte e bolas que não querem entrar e outras que saiem mesmo...

Benfica, muito fatigado, alguns jogadores nucleares a não corresponderem como de início e ainda a faltarem no minímo mais 13 jogos (10 na Liga, 2 na Europa e 1 na finald a Taça da Liga), que esperar do plantel que na minha opinião não foi melhorado com os três jogadores brasileiros que chegaram em Janeiro.

Porto, o grande perdedor da jornada. Com 2 pontos que ficaram em Matosinhos, um discurso muito focado na arbitragem e no único (?) concorrente beneficiado, o Benfica. Ainda hoje deu para perceber que Jesualdo deve estar a dar demasiada importância apenas a um dos adversários, a menos que saiba algo que se irá passar na próxima jornada...

Daí surge a pergunta, Que resultado e consequências na próxima jornada?

Dado que o Benfica não joga, a questão ainda se torna mais simples:

Porto - Braga 1
Benfica em primeiro, Braga a 1 ponto e Porto a 6 pontos do 1.º lugar, respectivamente

Porto - Braga X
Braga e Benfica em 1.º, com o Braga em vantagem, Porto a 8 pontos

Porto - Braga 2
Braga em 1.º, Benfica a 2 pontos e Porto a 11 pontos do Braga

Quanto ao 1.º lugar nada se decide...mas parece-me que com um Braga vencedor no Dragão, seria preciso uma grande catástrofe ao Braga e Benfica para o Porto conseguir o Penta.

O que dizer?

'Emprestado' deste blog, neste caso, nem sei bem o que perguntar ao Sr. António Salvador!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Liderança e Gestão de Equipas

"Liderança e gestão de equipas: Características pessoais e profissionais e condições de trabalho – o ponto de vista do treinador de equipas universitárias", trabalho realizado por Adelino António Gonçalves Pereira, André Manuel Marques Silva, Estrela Janete Soares Pereira, Vânia Alexandra Sousa Freitas

É um trabalho que pode ser consultado aqui. Para quem gosta destas áreas, acrescenta sempre algo.

Resumo

O presente estudo tem como objectivo obter dados sobre o ponto de vista dos treinadores de equipas de desporto universitário, em áreas distintas da sua actividade (características pessoais e profissionais e condições de trabalho) e analisar a forma como exercem o poder na relação com os atletas. A nossa amostra é composta por 9 treinadores e as suas idades variam entre 21 e 34 anos. Para tratamento dos dados procedemos a uma análise de conteúdo onde, através de um processo de abstracção, partimos das unidades de significado para obtermos propriedades, categorias e componentes. Como resultados obtivemos um total de 473 unidades de significado, 102 propriedades, 33 categorias e seis componentes. As componentes obtidas têm as seguintes designações: Competências, princípios e filosofia do treinador; Estilos de liderança e estratégias de gestão da equipa; Indicadores e factores de eficácia e sucesso profissional; Condições de trabalho e relação com a organização desportiva; Carreira e comprometimento pessoal; Dificuldades para a realização eficaz da tarefa (treino e competição). Para o futuro gostaríamos de sugerir a realização de um estudo aplicado a uma modalidade em específico.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Jogador Montanha-Russa

Após alguns episódios nos últimos jogos de determinados jogadores, sou tentato a reafirmar que há jogadores que são exactamente como a montanha russa, up and down, up and down...

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Disputado

1. Benfica 19 46
2. Sp. Braga 18 45
3. FC Porto 18 39
Faltam 12 jornadas, 11 para o Benfica. Não sei se supostamente está o Benfica em 1.º ou o Braga. Fica esta dúvida científica ou meramente...social, daquela ciência que guia o adepto do futebol.
Está ao rubro e o Sp. Braga deu mais uma prova que não vai cair. Vence um (muito) fraco Belenenses num jogo que esteve 75' com menos um homem e ainda viu o seu gr defender um penaltie.
Próxima jornada...teoricamente fácil para os 3. Benfica recebe esse mesmo Belenenses no Sábado e no Domingo, Porto vai passear a Matosinhos e o Braga recebe o Marítimo. Teoricamente...mais 3 pontos para todos.
Depois...próxima jornada, Benfica não joga, por já ter disputado o jogo contra o U. Leiria e há um Porto - Braga. Uma coisa o Benfica sabe, não irá ver os dois adversários aproximarem-se mais 3 pontos. No máximo um deles. Qual convém? Uma vitória do Braga deixa o Porto a 7 pontos e fica a 2 do Braga. Um empate e o Braga fica na frente com os mesmos pontos que o Benfica, com mais 6 que o Porto. Uma vitória destes, e o Benfica fica na frente com mais 1 ponto que o Braga e 4 que o Porto.
Palpites e gostos.

Vamos ver quem está mais...

O líder que prefere não saber

O presidente do Sporting, José Eduardo Bettencourt, regressou nesta segunda-feira a Lisboa, vindo do Brasil, onde esteve de férias. À chegada, o dirigente admitiu não estar surpreendido com a má fase da equipa.

«
Infelizmente, estou a par de tudo», disse Bettencourt aos jornalistas presentes no aeroporto.
Duas coisas! Não está surpreendido? Bem, as expectativas não eram boas.
A outra...quem não gostaria de ouvir apenas as boas notícias? Se as houver, claro.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

País do Azar e agora dos Socos

Sempre achei pelo que tenho viajado por aí que Portugal é o país com a média de menos dentes por pessoa!

Depois, perante as desculpas, ou melhor, as razões para os resultados, também éramos o país com mais azar.

Agora, definitivamente devemos ser o país onde mais assuntos se resolvem ao soco.

Laurentino Dias disse recentemente que o futebol se devia jogar dentro de campo. Não sei se era alguma referência às acusações às arbitragens, aos túneis, às câmaras, aos socos de Sá Pinto ao Liedson, não sei bem.

Ontem soube-se que Carlos Queiroz insultou e socou um delegado da UEFA, para os mais distraídos, a UEFA é onde a FPF - local onde o Carlos Queiroz - está associada. Entidade com fins públicos e estatal, a quem Laurentino Dias deveria dar uma atençãozinha...

A pergunta é...o que vai acontecer? Tudo na mesma? Parece que sim! E depois ainda criticam os jogadores do Braga só terem levado 3 meses a saber de sua sentença, quando um treinador que comanda a selecção desportiva com mais notoriedade do país passa despercebido perante estes factos.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Empreendorismo social no desporto

Falar sobre empreendorismo não é fácil. Não existem muitas definições e as que existem pecam por escassas ou dúbias, porque entram em campos como a proactividade, por exemplo.

Falar de empreendorismo social ainda é mais difícil, porque a grande maioria dos textos e pesquisas de empreendorismo encaminham-se para o empreendorismo organizacional.

Falar de empreendorismo social e com o desporto...é juntar algo sobre poucos falam com algo que todos falam e percebem (e muito...).

Cheguei à conclusão com estes últimos acontecimentos no desporto, ou melhor, no futebol, que o civismo e empreendorismo social será pouco compatível com um desporto que se diz profissional. Porquê?

Bem...seguem algumas notas:
- Permitimos - consoante o equipamento que ocupa - que possam bater noutros colegas de profissão e outros agentes desportivos que se andem por 'aí';
- Os olhos de um adepto da equipa x não conseguem por mais que se tente ver mesmo que uma televisão mostre com câmaras em vários ângulos um atleta da sua equipa a bater ou massajar outra pessoa;
- A cultura desportiva e social (in)existente impossibilita que nos próximos anos e gerações, algo se modifique, Grécia espera por nós!

É preocupante dar uma vista de olhos por alguns blogues, sites, jornais e comunicação social e vermos o que se diz por aí! Deixaram de ser só os blogues os espaços onde se podem acusar tudo e todos sem terem de se defender, também agora se vai vendo uns dirigentes (por causa disso, estou claramente a pensar em mudar a minha categoria profissional de dirigente desportivo para ex-dirigente desportivo, ficariam de certeza com melhor impressão minha) a acusar tudo sem depois alguém lhe pedir justificações.

O que me assusta é que sei que ainda não batemos no fundo. Um mundo bem profundo espera por nós, para lá da Grécia...my god!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Parca vergonha!

Saíram os castigos do jogo entre o Sp. Braga e o Benfica, e houve alguém que teve o descaramento de castigar um jogador que agrediu outros mais um adjunto da equipa adversária!

Tirando o timing que considero péssimo, pergunto: "Como é que em Portugal alguém tem o descaramento de querer castigar alguém?". Mais...qualquer dia ainda me vêm falar de avaliação de desempenho em alguns locais de meio lazer meio trabalho!

De qualquer forma, nem tudo está mal...castigaram um injustamente, ah!