Coach do Coach

Os melhores profissionais e as melhores equipas têm um denominador comum: serem peritos nas competências intra e inter que perfazem as relações interpessoais entre todos os objectivos, as ferramentas e os meios. (Rui Lança)

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Directores de Futebol, a opinião de Manuel Cajuda

Manuel Cajuda escreve numa das suas crónicas semanais no DN o seguinte:

"O futebol pode ser um veneno, quando a autoridade dos treinadores é mal administrada e incompreendida. Especialmente aqueles que gostam de exibir a sua autoridade sobre os treinadores, na construção dos plantéis e na junção dos jogadores no onze inicial.
Sem carteira profissional, sem prática conhecida no futebol, alguns dirigentes recorrem à sua intuição, por um lado, e afirmação por outro, para tentarem imopr as suas ideias. E o veneno é ainda maior quando os presidentes de clubes são mal aconselhados opr figuras secundárias na ordem hierárquica estabelecida e se deixam influenciar por esse perigoso aconselhamento."

E por aí continua. Entrevista que aconselho, não porque acho que ele tenha 100 % de razão, mas sim, porque para além de tocar em certos pontos curiosos, é sem qualquer dúvida, um pensamento que deve ser transversal a muitos dos treinadores. Claro que isto deve ser também uma indirecta para muita gente de Guimarães...

sábado, 29 de agosto de 2009

Para rever

Mourinho, contra tudo aquilo que se apregoa MUITO em Portugal, recebeu um jogador novo na 5.ª feira e hoje já jogou. Vi o jogo e retiro 3 notas:

- grande contratação para o Inter;
- grande jogador que o Real deixou sair;
- lá veremos nós os comentadores da SportTv a alterarem o seu discurso e a afirmarem que afinal tudo isto é perfeitamente normal. Há que ter é tranquilidade.

Real Madrid, 250 M € contra o Depor...valem os 3 pontos.

Falcão...3 golos em 3 jogos, parece que era mesmo este que o Benfica precisava.

Miséria o que se está a passar entre a FPUD e a equipa de Andebol do Benfica. O que irá dizer o Ministro Mariano Gago a 1 mês das eleições?

Mecenato Desportivo?!

Paulo Bento e a contestação: «Conheço os actores, não conheço o patrocinador».

Eu diria que com a falta de meios financeiros que existe nos mercados, encontrar-se alguém que patrocina mas não se expõe é de salutar, quase como bom samaratimo.

Brinco, pois acho que ele acaba por sofrer por efeitos colaterais apesar de continuar a insistir em jogadores com sinal cada vez menos. Polga, Djaló, Pedro Silva, etc...

"Se não tem lá mais", dirão alguns. Bem, eu pergunto...quem dispensou Stojkovic e Purovic? Motivos disciplinares só para alguns? Derlei, porque não renovaram? Caneira e Tonel no banco a fazer o quê? Matigol é bem melhor que Romagnoli? Nem diria que é um post sobre Paulo Bento, mas mais de gestão desportiva e de...mecenato.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Últimos retoques nas equipas...medo

Com a chegada do Filipe Menezes ao plantel (já fechado) do Benfica, primeiro comentário depois de ver as fotos utilizadas para identificar o jogador nos diversos sites e blogs: Medoooo!!! Onde irá ele encaixar? É para sair alguém?

No Porto ainda vai chegar alguém...cheira a isso. E depois de ver o Barcelona dar 25 M € por um jogador ucraniano que já não pode jogar na Liga dos Campeões, pergunta-se se eles queriam mesmo o Bruno Alves por mais 5 M € e que ainda poderia jogar na Europa?

O Sporting deixou sair o Rocha, que ultimamente (esta época e a outra ...quase toda) já nem servia para consumo interno. Virá alguém, se for o Boanoite...depois de estar quase certo no Porto e no Benfica, é altura do outro grande. Vamos ver. O que me lembro mais é de quem saiu como Derlei que apenas só hoje arranjou clube e tanto jeito ainda dava.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Reforços das noites europeias

Porto...com um sorteio manhoso. Chelsea já era forte, se entrar na máquina 'suíça' ou italiana de Ancelotti, pode-se tornar num caso muito sério. Porto e At. Madrid irão disputar o outro lugar na minha opinião.

Sporting, todos quiseram dizer bem da Fiorentina, que era demasiado forte para de alguma forma poderem prever as desculpas de não passarem a eliminatória. Confirmou-se que um Sporting médio teria passado este adversário menos forte do que se dizia. Foram prejudicados na 1.ª mão e conseguiram um resultado menos bom. Na segunda mão foram beneficiados e conseguiram um resultado ....insuficiente. Quanto a Paulo Bento, nem 8 nem 80, mas porquê Polga insistententemente? E Derlei que ainda anda sem clube, não valeria o esforço para não ter de usar Saleiro ou Tonel como avançados em Florença?

Benfica, derrota sem grande valor, mas deu para confirmar que o plantel não é assim tão longo e que existem posições que se não for 'o' jogador, por muita imaginação, não se vai lá. Moreira e Luis Filipe perderam uma boa oportunidade. Keirrison, irá sempre (tem de) jogar mais. David Luiz a defesa-esquerdo para quê? Bem, vale o ter passado e tem a parte boa que é refrescar os ânimos muito exaltados da gente benfiquista.

O melhor para o fim, muitos parabéns ao Nacional, que sem tv em casa nem fora, ficamos a saber que fez boas exibições e teve a sorte que já outro clube tinha tido, embora este o fizesse para ter.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

O melhor comentador desportivo é...

Luís Lopes...o ex-jornalista da RTP que agora comenta o Atletismo para a Eurosport.

Numa breve crónica de Joel Neto do DN ele distingue Luis Lopes como o melhor comentador...e eu assino por baixo. Para comprovar já as lides que meu lembro de 1987 onde ele antevia os Jogos Olímpicos na rtp2, estes Campeonatos de Atletismo em Berlin vieram comprovar a sua grande capacidade.

Principalmente quando vemos casos como o da SIC no jogo de apresentação do Benfica, casos de Gabriel Alvos, muitos futebolês, onde não existe qualquer preparação sobre informações, onde se repetem durante 90' no caso do Futebol, as mesmas informações por não saberem mais.

No caso do Futebol, gosto de ouvir António Tadeia e mais alguns casos, como Pedro Ribeiro, da SportTv.

domingo, 23 de agosto de 2009

Guimarães, Portugal e o Mundo

As pessoas que vivem em Guimarães, cidade que muito estimo, considero ser linda bem como as suas gentes, consideram que são diferentes do resto dos portugueses. São mais portugueses, talvez. Bem...o facto de 'termos' começado lá deve dar algum sentimento que, pessoalmente, não consigo captar.

Isto deve dar-lhes alguma liberdade para que num jogo chamado Futebol, possam por vezes dar uns pontapés em tudo o que mexe. Hoje, aconteceu mais um episódio que tem sempre o seu apogeu quando recebem os chamados grandes...que é ganhar a mal ou a mal. O Flávio Meireles, se aquilo não fosse Futebol mas sim uma guerra, deveria ser um trol qualquer, o que ia à frente. Como aquilo é Futebol, mas ele ainda não percebeu, faz o mesmo. Hoje, vá lá, um senhor árbitro lá o decidiu mandar mais cedo...tomar banho? Duvido...na guerra, não há tempo para isso. Outros incidentes que gostei do jogo de hoje foram os seguintes:
- Cardozo ia fazendo com que fossem 4 os pontos perdidos por causa de pontapés não convertidos de grande penalidade...será que Jorge Jesus viu isso?
- JJ tirou Saviola e colocou...alguém?
- Fábio Coentrão, depois da assistência para Weldon contra o Marítimo, faz novamente o cruzamento para Ramires (vai valer ouro...alguém no Benfica que não tenha já a intenção de o vender em Dezembro só para dizer que fez 2 ou 3 M € com ele?).
- Assis, bom jogador, mas sempre com a noção que é ele e mais 10, aliás...eu acho que ele pensa que foi ele que deu o título ao Benfica de Trap.
- Douglas...tem tanto espírito de fair-play ao pontapear a bola contra a sua baliza só para acertar no Aimar como tinha o Prof. Nelo Vingada nas suas aulas do ISEF ou Liceu de Oeiras sobre as normas do treinador e fair-play, já estava com saudades disso.

Enfim, chegamos a Portugal! Naide Gomes 'só' conseguiu o 4.º lugar. Não levo nada a mal isso, nem poderia levar. Levo sim, como observador apenas, o discurso de coitadinha. Será que não podemos olhar para outros exemplos e copiá-los?

Os adeptos do Sporting são...engraçados, enfim, iguais a mim ou a todos os outros. Até à eliminatória contra o Twente, os jogos da pré-época não davam título...nem nada. Depois...passaram à rasca e vieram logo alguns perguntar porque apenas 3 jogos de pré-época, que seriam poucos para treinar a equipa. Surge o 1-1 do Nacional...parece que o resultado foi bem melhor que a exibição. Fiorentina, bela exibição e azar e arbitragem condicionante...e afinal, jogos para quê? Derrota em casa com o Braga e já querem mandar o Paulo Bento embora? Então e o Ferguson? Sempre disse que Paulo Bento não devia ter ficado mais um ano lá...não tinha nada de novo para dar, devia ter arriscado ir para outro Campeonato ou para o Porto.

Mundo...por que tudo se resume ao ego e umbigo do Mourinho, hoje que ele tinha encetado uma guerra com Spaletti...empatou em casa contra o modesto Bari. Esperem, tenho outra notícia do Mundo. Curioso o que se passa aqui em Espanha. Começa a ser normal duas equipas de Itália irem disputar a final da SuperTaça a outro País. Hoje, em Espanha, temos duas equipas 'Não Espanholas' a disputar a SuperTaça Espanhola...

sábado, 22 de agosto de 2009

Inteligências emocionais de Guardiola

O Barcelona da época passada ganhou tudo o que havia para ganhar. As conquistas da Liga espanhola, Taça do Rei e Liga dos Campeões - o chamado "triplete" - transformara-se num feito impressionante, sobretudo se atendermos a que o técnico responsável pelo sucesso fazia a estreia absoluta como treinador principal.

O facto de Pep Guardiola ter sabido gerir, na perfeição, um balneário tão vasto e importante como o do Barcelona, chamou a atenção do mundo empresarial. Um processo idêntico ao que já tinha acontecido com Mourinho ou Scolari. Guardiola assumiu-se como um exemplo perfeito de "coach" para as multinacionais que actuam em Espanha. Uma espécie de "treinador" de motivações que tira o máximo rendimento dos trabalhadores e potencia a autoconfiança.

Segundo os especialistas, o maior mérito de Guardiola foi perceber, desde o primeiro momento, que todos os futebolistas têm personalidades diferentes, convertendo-se num perfeito gestor de conflitos. A chamada inteligência emocional.

Não é fácil encontrar, na mesma pessoa, todas as características que Pep Guardiola reúne. O treinador do Barça tem inteligência emocional para controlar as suas próprias emoções, autoconfiança, poder de autogestão, transparência, capacidade de adaptação a situações novas, ambição, optimismo, iniciativa, empatia com os seus jogadores, capacidade organizativa, intuição, influência, capacidade para delegar a sua liderança em campo, habilidade para lidar com o lado humano das pessoas, não criticar publicamente os seus e saber gerir conflitos. Estas são características fundamentais para um líder do mundo empresarial.

O mais provável é que Guardiola - avesso a grandes protagonismos e sempre humilde na forma como aborda o seu sucesso - não queira tirar partido destas qualidades fora do futebol. Mas certamente que o treinador do Barcelona não deixará de ser assediado para adaptar os seus conhecimentos ao mundo empresarial.

Retirado do DN

sábado, 15 de agosto de 2009

Visão a meio

Uma semana a meio gás e dá a sensação que tudo se...mantém.

O começo da Liga Profissional de Futebol deu-nos aquilo que tanto nos habituou, ou seja, um jogo televisionado, nada de golos, estádios vazios e mais do mesmo.

Hoje entra em acção o primeiro grande...a ver vamos, tenho a sensação que vai ser um fim-de-semana meio torto, a dúvida é se será já hoje na Madeira ou amanhã na Luz, onde estão criadas inúmeras expectativas. Já não se percebe se o maior desafio do JJ será colocá-los a jogar à bola se a gerirem expectativas.

A meio da semana lá jogou a selecção de todos nós. Uns dizem que esta selecção já não é de todos nós, mas eu acho que não. Agora é de todos nós mesmo...quer os que sejam de Portugal quer os que sejam de outro qualquer país com um naturalizado português :) Brinco, pois outras modalidades já o tinham há muito tempo. Basquetebol e Andebol, Râguebi, Atletismo, Futsal, Voleibol, sendo que talvez a única dos desportos grandes e colectivos seja o Hóquei Patins.

Bem, mais um fim-de-semana de bom futebol (começa a Liga Inglesa) e uns breves textos para ler e reler, ou agora ou depois.

JJ afirma que a equipa cresceu mais do que esperava.

Antero Henriques ao Expresso, afirma que Pinto da Costa é o maior dirigente de Futebol do Mundo enquanto no CM diz que o empresário de Keirrison e o Porto foram enganados pelo Barcelona. É como escolher destino de férias, há de tudo.

domingo, 9 de agosto de 2009

Quando um minuto demora mais que um minuto.

Parece que se começa a aproximar o tempo sério. Aquele para quem alguns trabalham e outros fazem qualquer coisa parecida.

O Porto começa a época novamente a vencer e lá vai mais uma Taça para a vitrine. Não vi o jogo, somente alguns momentos de zapping mas pareceu-me que um estádio que por si só já é pequeno e no Norte, estava vazio para uma final oficial também ela jogada no Norte. Há coisas estranhas.

Ontem mais um troféu para o Benfica, daqueles que não contam, mas trazem alguma confiança. São daqueles que não contam porque não são a doer, mas se perdem...tornam-se demasiados mediáticos. Algumas experiências e com algum receio que uns jogadores joguem mais do que devem e outros menos do que merecem.

Sporting a respirar para alcançar voos mais altos que os Alpes Italianos.

Momentos flashes são os gestos do Quim ontem...a mandar calar quem? Quem o apoiou...quem está no estádio a apoiar a equipa? Não percebi...alguém percebeu?

Ouvi ontem o comentador desportivo da TSF a dizer que o futebol italiano desceu tanto que já está no mesmo patamar que o português. What?! Ia nessa altura a conduzir e quase que me ia 'espetando' no carro da frente. Ó 'meu amigo', isso deve ser para dar mil esperanças ao Sporting e confundir quem pensa que o Milan, mesmo sem 3 ou 4 titulares indiscutíveis, bateu-se com o Benfica.

Bem, acho que vou de férias para depois voltar em força e colocar aqui uns belos posts do desporto da Fundação INATEL. A ver vamos.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

De 6 tira-se 4 ou 5!

Perante mais uma tentação de pegarmos nos 6 potenciais clubes nas competições europeias e comparar-nos com os maiores campeonatos da Europa, afirmando que também levamos muitos e etc, arriscamo-nos a ter unicamente 2 ou 3 clubes na edição 2009/10.

FC Porto é certo, Braga e Paços já foram, ficando eu com a dúvida se o Braga chegou a fazer melhor que na época passada, como disse o Domingos Paciência.

Para o sorteio de hoje, o Nacional foi o mais azarado, irá jogar com o adversário mais forte dos possíveis. Ao Sporting calhou-lhe a escola italiana, se bem que consideraria pior ir a Madrid, até porque a Fiorentina perdeu o seu melhor jogador para a Juventus. Mas não deixará de ser difícil. Ao Benfica, terá dois ou três pontos em desfavor, viagem muito longa, adversário com ritmo (a meio do seu campeonato) e os ucranianos têm dinheiro, iremos ver.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Jorge Jesus não reconhece capacidade aos laterais Patric e Shaffer

"Jorge Jesus não reconhece capacidade aos laterais Patric e Shaffer para serem titulares no Benfica e só não os dispensa porque ambos chegaram à Luz há pouco mais de um mês.

O CM apurou que o técnico não percebe mesmo como foi possível contratar dois jogadores com limitações evidentes, no momento actual, para jogar num clube com as exigências do Benfica. Certo é que o Benfica desembolsou cerca de quatro milhões de euros por estes dois jogadores.

Patric foi aconselhado ao Benfica pelo empresário Giuliano Bertolucci e Shaffer foi contratado em circunstâncias especiais, após o FC Porto ter desviado o lateral-esquerdo uruguaio Álvaro Pereira, da rota da Luz para o Dragão.

As limitações de Shaffer acabaram por prejudicar Jorge Ribeiro, que seria o suplente do argentino, se este desse garantias ao técnico, mas neste momento, é Shaffer que tem o banco como destino, se vier César Peixoto.Do lado direito, foi o ex-proscrito, Luís Filipe, a beneficiar com a má impressão causada por Patric."

Bem sei que esta notícia vale pouco, até porque ainda não saiu em nenhum órgão de comunicação social...daqueles que se podem acreditar, mas naquele que quando se expreme sai 50% de sangue e outros 50% de mentiras.

Mas esta fixação por César Peixoto...faz-me pensar, será que JJ acha mesmo que Peixoto é melhor que Shaffer? Ou existem outros fact(v)ores por trás?

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Gripe vs...tudo o resto

Ontem não estive 'on line' durante tarde e noite. Soube do resultado do Sporting porque alguém gritou tão alto que não tive dúvidas em perceber, que não sendo dia de Euromilhões...havia alguém que tinha tido uma bela alegria.

Hoje, após o resumo...percebe-se o alívio. De qualquer forma, 2 ou 3 M € já lá cantam. Vamos ver quem vem aí...se calha um At. Madrid, Estugarda ou Fiorentina...ai Jesus.

Misturando tudo e voltando a dar, a gripe vai servindo para muita coisa e para todos.

Carlos Queirós...lembram-se?, falta 1 mês para sabermos se vamos ou não à África do Sul para 2010. PS e PSD andam às turras com a falta de ideias e a pensar: "Que esta euforia do Jesus dure muito tempo", "Graças ao São Patrício, menos uns sportinguistas a pensarem já nas eleições", "Isaltino a pensar onde irá governar nos próximos 4 anos" e muito mais.

A duas semanas de começar a Liga Profissional de Futebol diria que o Porto continua sereno. Algumas dúvidas de quem possa ainda entrar ou sair e uma questão pertinente...Falcão é para singrar? Ou o avançado de que tanto se fala são por outras razões?

Sporting ganhou um novo alento e mais uns milhões. Diz quem viu que a exibição foi miserável e que apenas se salvou o resultado. Já li hoje que esta vitória vai fazer ao Sporting o que o Benfica passou o ano passado (só), é um arrastar da situação que não abona nada nem o Paulo Bento nem os jogadores. É um deixar arrastar, a menos que os processos de equipa se alterem radicalmente e daqui a 2 a 3 semanas a equipa volte a jogar.

Benfica vai na onda da euforia mais ou menos controlada das vitórias em torneios que apenas valem isso. Não se sabe se entra mais alguém, se sai, mas parece que pelo menos algo está garantido, estão garantidas mais vontades e garras de vencer, como diria o outro homem que deve perceber Jesus como ninguém, Chalana.

Outros clubes, diria que o Marítimo fez uma excelente contratação, Alonso ex-Nacional e que o Domingos e o Salvador amanhã ficarão já a pensar em outros assuntos que não apenas César Peixoto ou a Diana Chaves. Até lá...a gripe vai enchendo os telejornais.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Jorge Jesus é um mentiroso...

disse que ia por o Benfica a jogar o dobro do ano passado e já deve ir no triplo ou quádruplo! Que raio de treinador é este...

Viva a euforia!

domingo, 2 de agosto de 2009

Euforia sustentável?

Mais um torneio, mais uma vitória. Dois jogos conseguidos, um contra um adversário pobre, sem ideias e ingénuo. Outra, como sempre, uma vitória contra o Guimarães com umas agressões aqui e ali.

O que espanta neste Benfica, é para já, a sua capacidade constante de ganhar...seja qual for a equipa que começa o jogo. Equipa aguerrida. Com vontade, alinhada, forte, embora com pontos de desiquilíbrio aqui e ali.

A questão que parece confundir os benfiquistas para já é saber se esta euforia é igual a tantas outras que passaram por lá, ou porventura, é sustentável. Se tem pernas para se manter mais que uns joguinhos. Se dará para confrontar equipas fechadas, de pontapé para a frente e fé....em qualquer coisa que não Jesus. Vamos ver se os suplentes estarão à altura, se os titulares também, se o treinador também e os outros agentes.

A ver vamos!

sábado, 1 de agosto de 2009