Coach do Coach

Os melhores profissionais e as melhores equipas têm um denominador comum: serem peritos nas competências intra e inter que perfazem as relações interpessoais entre todos os objectivos, as ferramentas e os meios.


domingo, 9 de agosto de 2009

Quando um minuto demora mais que um minuto.

Parece que se começa a aproximar o tempo sério. Aquele para quem alguns trabalham e outros fazem qualquer coisa parecida.

O Porto começa a época novamente a vencer e lá vai mais uma Taça para a vitrine. Não vi o jogo, somente alguns momentos de zapping mas pareceu-me que um estádio que por si só já é pequeno e no Norte, estava vazio para uma final oficial também ela jogada no Norte. Há coisas estranhas.

Ontem mais um troféu para o Benfica, daqueles que não contam, mas trazem alguma confiança. São daqueles que não contam porque não são a doer, mas se perdem...tornam-se demasiados mediáticos. Algumas experiências e com algum receio que uns jogadores joguem mais do que devem e outros menos do que merecem.

Sporting a respirar para alcançar voos mais altos que os Alpes Italianos.

Momentos flashes são os gestos do Quim ontem...a mandar calar quem? Quem o apoiou...quem está no estádio a apoiar a equipa? Não percebi...alguém percebeu?

Ouvi ontem o comentador desportivo da TSF a dizer que o futebol italiano desceu tanto que já está no mesmo patamar que o português. What?! Ia nessa altura a conduzir e quase que me ia 'espetando' no carro da frente. Ó 'meu amigo', isso deve ser para dar mil esperanças ao Sporting e confundir quem pensa que o Milan, mesmo sem 3 ou 4 titulares indiscutíveis, bateu-se com o Benfica.

Bem, acho que vou de férias para depois voltar em força e colocar aqui uns belos posts do desporto da Fundação INATEL. A ver vamos.

2 comentários:

K disse...

Boas férias, Amigo!

Abraço

Peter disse...

olololololo

Ainda bem que não bateste com o carro... A mim ia-me dando um infarto, mas olhei para o Joel aqui do Desporto e pensei: "não vou morrer aqui à frente deste gajo..."

O Quim devia era deixar de fumar ganzas e respeitar os adeptos que lhe pagam o salário!

Boas Férias!